no site na web Voltar ao inícioHomePesquisarPesquisarMapa do siteMapa do Site

Chaves

Seu horário de almoço jamais seria o mesmo sem um fato ocorrido em agosto de 1984. Na época, o SBT ainda era uma rede de televisão minúscula, e Sílvio Santos colocava no ar uma série que conquistou o Brasil. Com um cenário simples e um humor inocente, o público era apresentado ao seriado Chaves.

São 18 anos de exibição em terras tupiniquins com uma façanha que não é para qualquer um: a emissora nunca tirou o programa do ar. Responsável por uma das maiores audiências do SBT, a atração briga há anos com os telejornais vespertinos da Rede Globo, canal que já teve muitas dores de cabeça graças à atração. Quando Ana Maria Braga estreou na Vênus Platinada, por exemplo, no comando do Mais Você, que era exibido nas tardes de segunda à sexta, o IBOPE foi um dos piores de toda a história global - Chaves - primeiro lugar absoluto no horário.

Criado e interpretado pelo mexicano Roberto Gómez Bolaños, o programa deu a volta ao mundo, sempre com muito êxito. No Brasil, a mania rendeu gibis e três álbuns figurinhas (sendo o primeiro publicado pela editora Globo), além de bonecos e um curioso acessório: os óculos do Chaves, um canudo feito de borracha. O líquido passava por todas as partes do rosto até chegar à boca. O apresentador Sérgio Mallandro gravou uma música com os dubladores da série, que pode ser baixada em http://www.tributoch.cjb.net.

A HISTÓRIA


Chaves é um menino órfão que vive em uma vila e está sempre dentro de um barril, que como disse em um episódio, é só um esconderijo secreto - na verdade ele mora na casa nº 8. A versão original da famosa frase "Tinha que ser o Chaves de novo", que todos os personagens gritam quando o garoto apronta é "Tenía que ser el Chavo del ocho (8)", ou, "Tinha que ser o Chaves do 8".

Certa vez, Seu Madruga (Ramón Valdéz) preparava-se para tirar uma foto de sua filha, Chiquinha (Maria Antonieta de Las Nieves) uma garota chorona e esperta, quando alguém surgiu atrapalhando a visão do homem: era Chaves, que chegara faminto à vila. A partir daí, é só confusão. Madruga é viúvo, deve 14 meses de aluguel e por isso vive fugindo do senhor Barriga (Edgar Vivar), o senhorio, que por sua vez, é sempre recebido "Sem querer querendo" por uma pancada de Chaves.


Na vizinhança tem ainda a Dona Clotilde (Angelines Fernándes), "carinhosamente" apelidada pelas crianças de Bruxa do 71 (nº de sua casa) e Dona Florinda (Florinda Meza), que vive com seu filho Quico (Carlos Villagrán), um garoto mimado que adora exibir os brinquedos novos. Vira e mexe a vila recebe as visitas de Nhonho (também interpretado por Edgar Vivar), filho do proprietário do lugar; Professor Girafales (Rúben Aguirre), namorado de Florinda, e o carteiro Jaiminho (Raul Chato Padilla).

CURIOSIDADES

Bolaños é conhecido pelo apelido de Chespirito, que significa Pequeno Shakespeare. Foi o cineasta Agustin P. Delgado que apelidou o astro latino por considerá-lo talentoso e baixinho - sua altura é de 1,60m. No país de origem, Chaves foi ao ar após o sucesso de Chapolin (também criado e interpretado pelo ator). Bolaños se formou em engenharia, e quando jovem, sonhava em ser jogador de futebol.


Ao contrário do que dizem por aí, o elenco não morreu em um acidente aéreo. Muitos continuam vivos - e trabalhando. Os que já faleceram são Ramón Valdéz e Angelines Fernándes, vítimas de câncer de pulmão; Horácio Gómez Bolaños, irmão do autor (Godines), que sofreu um infarto, e Raul Padilla, que era diabético. Com a morte Ramón e a saída de Carlos Villagrán, a série deixou de ser ambientada na vila - daí surgiu o restaurante de Dona Florinda.

Na vida real, ela é casada com Roberto Bolaños e já foi namorada de Villagrán. Os intérpretes de Quico e Chaves ficaram muito tempo sem se falar - o motivo seria a rivalidade amorosa. Florinda é autora de muitas novelas. Entre seus trabalhos, está La Dueña, que foi regravada no Brasil sob título Amor e Ódio, com Suzy Rêgo no papel principal. Rubén Aguirre, Maria Antonieta de Las Nieves e Carlos Villagrán tem um circo cada onde encarnam os personagens que os consagraram Edgar Vivar e Chespirito trabalham com espetáculos teatrais.

CENAS CLASSÍCAS - Acontecem em todos s episódios e ninguém se cansa de ver


* Chaves tenta bater em Quico com algum objeto, que acaba tomado por seu Madruga. Neste meio tempo, Quico chama pela mãe que dá uma tabefe na cara do homem - acaba levando a culpa por estar segurando a "arma do crime".

* Seu Madruga encabulado com as cantadas de Dona Clotilde, que sempre prepara um bolo para ele.


* O professor Girafales fica cara-a-cara com Dona Florinda. Eles suspiram um pelo outro e não enxergam ou escutam nada que está ao seu redor:
- "Professor Girafales! Que milagre o senhor por aqui!"
- "Vim lhe trazer este humilde presente" - diz sempre segurando um ramo de flores.
- "Não quer entrar para tomar um xícara de café?"
- "Não seria muito incômodo?"
- "Oh, claro que não."
-"Depois da senhora."
E enquanto isso, todos tiram sarro do casal.

* Jaiminho chega com uma bolsa cheia de cartas e manda que cada um procure a sua.
- "É que eu quero evitar a fadiga.", diz.

* Chaves após aprontar alguma coisa
- "Foi sem querer querendo."

por Marcus Marinho

O que fez essa produção se transformar num sucesso absoluto entre as crianças e adultos? Resposta: Autenticidade.

Chaves têm em seu conteúdo a expontâneidade infantil com sutilezas poucas vezes vistas na TV. Esqueça o cenário mal feito, a dublagem sem sincronização e todos os outros defeitos especiais. Veja Chaves pelos olhos de uma criança e você entenderá o porque do carisma desses mexicanos que criaram personagens tão mambembes quanto os nossos saudosos Trapalhões.

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 

O site mingau.com.br possui uma coletânea de várias informações publicadas na web e também matérias recebidas de colaboradores. Se você possui alguma informação legal envie para o Mingau, ou se você deseja que alguma informação aqui publicada seja modificada, retirada ou a ela seja acrescentados créditos entre em contato conosco através do email contato@mingau.com.br

  Nipotech